31 de out de 2008

Rick Rietveld

Esta pintura de Rick Rietveld chama-se Al. Não parece o nosso brou Einstein levando um sonzinho de surf ao lado de um pico perfeito? Não adianta, não importa a idade do cara, rolou umas ondas e qualquer idade parece ser irrelevante, apenas mais um número, coadjuvante de uma história maior.

30 de out de 2008

O valor do físico

Vento forte, altas ondas. Seu corpo aguenta o tranco? Se você está em forma, é jovem, corpo perfeito, não vai entender esta pergunta. Mas pense bem, existem pessoas que possuem limitações físicas e não podem usufruir de várias energias boas da natureza. Doença, idade, lesão, por exemplo. Aí, na hora que você está ali, dropando a morra, segurando sua vela numa rajada forte, voando, imagine como você pode aproveitar a vida. Você é um cara de sorte! Muitos dariam de tudo para poder estar no seu lugar. Por isto, que venha o vento, cadê a onda? O importante é aproveitar ao máximo o que o nosso corpo pode suportar quando o vento aperta ou as ondas sobem. O valor destes momentos são enormes e por vezes não nos damos conta disto... Que bom que podemos estar aonde estamos. Parece simples né? E é! Obrigado Senhor!

Brazilians surfing

Hang Loose Santa Catarina Pro 2008, rolando em Imbituba/SC.

Pushloop

29 de out de 2008

Navegando sem rumo

Confessa. Você numa navegação pela Internet achou uma imagem legal, guardou no seu computador e depois não sabe de onde ela veio? Pois então, comigo acontece também. A foto muito legal a esquerda, foi um caso destes... Não posso informar quem foi o autor, quem é o surfista e que praia é essa. Mas vale a pena guardá-la, alto visual! Que tubo!

28 de out de 2008

John Severson

Mais um grande divulgador do surf através da arte. John Severson. Excelente pintor, retrata o surf com pinturas e desenhos muito legais. Ao lado uma pintura dele. Que tal?

27 de out de 2008

E a Mole hoje?...

Dá só uma olhada... Foto do ondas do sul. O que que tu achas???

Greg Noll

Na postagem anterior, com o título escultura, uma obra do Phil Roberts. Bom, O George Martins, grande artista do surf também, do site Wavetoon, passou a informação que o surfista em que o Phil se inspirou se chama Greg Noll. É ele aí ao lado. Numa foto de outra lenda da arte do surf, o John Severson.

26 de out de 2008

Escultura

Já vimos aqui no Top Wings esculturas do mago Phil Roberts. Nessa aí, um surfista já mais maduro, estiloso ao lado do seu pranchão. A praia atrás dele, como fundo, passa um realismo impressionante à escultura. Parece uma cena de verdade.

25 de out de 2008

Paulada

Uma onda que fecha para um surfista merece uma paulada! Não é um ato de vingança nem o início de uma guerra. Um lip mais vertical é um ótimo lugar para treinar uma batida com uma prancha de surf. Na foto ao lado, eu na Joaquina, lá para mil novecentos e antigamente...

24 de out de 2008

Floater

Uma gatinha num floater de back side. Outra obra da Pamela Neswald retratando uma surfista mulher em ação.

23 de out de 2008

Supersonic

Recordando mais um momento legal do meu tempo na asa delta. Este video fiz de um vôo em Nova Petrópolis/RS em 29 de abril de 2007. O som de fundo é a música Supersonic do grupo Oasis. Decolei, passei por cima da rampa e entrei na nuvem. Passeio por cima da cidade de Nova Petrópolis. Filmaram o meu pouso. Uma corridinha "supersonica" no final do pouso estilo Papa-léguas. Bip bip!


22 de out de 2008

No lip

Nesta foto o brasileiro Kauli Seadi dando uma rasgada com estilo num lip. Foto publicado no site do PWA.

21 de out de 2008

Rick Griffin

Aqui no Top Wings, procuramos trazer sempre que possível um artista do surf. Percebemos que desenhos e pinturas de surf são muito procurados na Internet, o pessoal gosta de ver imagens de ação de surf. Na arte o imaginário das pessoas, dos surfistas, permitem manobras, ondas, momentos que passam a emoção do surf, as vezes, ampliado como uma caricatura. Rick Griffin é um exemplo disto. Sua arte retrata o surf como uma coisa mágica. Ao lado, um desenho dele. Abaixo, o próprio Rick num momento surf real.

20 de out de 2008

Tsunami

Nós que gostamos do assunto onda no mar, geralmente ficamos curiosos para ver uma onda de Tsunami. Aquela "morra" deve ser bonita! Ondão! Mas infelizmente sua chegada está associada, na maioria das vezes, á destuição, mortes e prejuízos. Uma coisa é um dia de mar grande com ondas enormes e surfáveis. Tipo Teahupoo, Jaws, etc. Outra é um Tsunami de verdade, originado por abalos sísmicos subaquáticos que podem ter consequências terríveis e indesejadas.

19 de out de 2008

Surfista Perfeita

Na sequência da série Surfista Perfeita do Top Wings, mais uma sereia do Waves Terra. A lindíssima Fernanda Pontes. Tá lá mais uma gata indo para o surf. MARAVILHA! Como é bom esse esporte!

18 de out de 2008

Longo final de tarde

A partir de amanã as tardes serão mais claras. Mais longas. Com o início do horário de verão, aqui pelo sul, 19 h ainda é dia. Portanto, juntando primavera com claridade o resultado é WINDSURF
no fim de todos dias de vento.

Paredes

Foto do Joaquin Mallmann. A galera do surf chama estes mares sem vento de "espelho".

17 de out de 2008

Programa de índio

Na visão do Phil Roberts, que fez este desenho. O índio, é shaper e surfista. Saindo da caverna, deve estar indo direto para o pico para caçar umas ondas.

16 de out de 2008

Peace of mind

A prática de esportes ou de um hobby é muito aconselhável para aliviar o stress acumulado na rotina diária das pessoas. Não importa qual a atividade. Se é possível desligar-se por alguns momentos dos problemas, maravilha! As suas saúdes física e mental agradecem.

15 de out de 2008

14 de out de 2008

Miniatura

Marina Martins Pesce é o nome da gatinha. A Marina tem 7 anos de idade (na foto). Estilão na cavada. Mais uma matéria interessante da revista de surf feminino EHLAS.

13 de out de 2008

12 de out de 2008

Atirada

Nesta imagem, mais um pintura de surfistas femininas da Pamela Neswald. Neste desenho a surfista se jogando num drop com o seu pranchão. As pinturas da Pamela geralmente são caricaturas de mulheres em ação no surf.

11 de out de 2008

Detalhes

Imagens em camera lenta de uma onda onde o surfista fica emburacado num tubo. Só nesta velocidade de filmagem que é possível observar alguns detalhes da saída da água da prancha, contato do corpo do surfista com a onda, etc.

Primos do surf

Realmente sou um cara de sorte. Na família, um monte de cara famoso no surf. E melhor, tudo gente boa e surfando. Na foto, da esquerda para a direita: Paulinho, grande agitador do campeonato local do Campeche, o Surfoco. No meio eu, usando um penteado que já saiu de moda e na sequência o Renato Hickel, primo que mora na Austrália, na frente de um pico alucinante de surf e que atualmente é Tour Manager da ASP. Vive viajando pelo mundo na organização dos eventos de surf da ASP. Vidinha mais ou menos. Não estão na foto, o grande campeão Guga Arruda e o eterno surf rider competition David Husadel, pai do agora mais famosos que ele, Pedro Husadel. Na bateria homem a homem acho que o David já leva couro do filho, com todo o respeito claro. Se todos os meus primos surfistas entrarem no mar juntos, fechamos a praia. Esses aí (fora eu), são os famosos. Os menos famosos, mas também com o surf no pé, SÃO MUITOS! De várias gerações. Tens uns que nem nasceram ainda!

10 de out de 2008

Lubrificação do cerebelo

Para não perder o costume. Onda + vento = WINDSURF!

9 de out de 2008

Brother

Na nossa vida escolhemos esportes, lugares, trabalhos, caminhos. Mas as vezes não escolhemos os amigos. Os amigos, antes conhecidos ou colegas, aparecem quando existe uma sintonia entre as almas, um sentimento de fraternidade e de vontade de agitar alguma coisa legal juntos. Alguns conhecidos viram desconhecidos com o tempo. A foto ao lado foi tirada em Búzios/RJ. Pegamos altas ondas na praia de Geribá nesta temporada. 1977? Da esquerda para a direita, eu (abraçando minha irmã Flávia) e ao meu lado meu grande BROTHER Flávio Boabaid. O Flávio estava passando umas férias com minha família nesta ocasião. O cara é de casa. Quando fui morar em Florianópolis eu era encarado como um surfista carioca crowdão. Passei algumas dificuldades dentro e fora da água por causa disto. Mas conheci o Flávio, nos tornamos amigos, pegamos altas ondas juntos e o Flávio, nativo de Floripa, me ajudou muito na minha integração com a galera do surf local. O tempo passou, me afastei um pouco do surf, mas a nossa amizade nunca acabou. Hoje o Flávio, também conhecido como Faizvolta, continua sendo meu grande BROTHER. Eu de volta ao surf já tô armando um surf com esse meu grande amigo de novo. "Sai fora Faizvolta ! Essa direita é minha!" Abaixo a praia de Geribá no Google Maps.

8 de out de 2008

A primeira prancha a gente nunca esquece...

Taí, a primeira prancha de surf da minha filha Luiza. Uma Prancha ARQUIVO (by Guga Arruda) 6' 4".

Desprendido das coisas terrenas

Esse vôo aí, fiz em 01 de dezembro de 2007.

7 de out de 2008

Joaquin Mallmann

Joaquin Mallmann, grande fotógrafo. A foto dele ao lado já fala tudo.

6 de out de 2008

Harmonia entre espécies

Esta foto circulou o mundo recentemente. Um surfista numa onda e um peixe dentro da água. Qual o problema? Repercutiu desse jeito só porque o peixe era um tubarão branco... Mas será que é um tubarão mesmo ou é o reflexo do fundo do mar? "O irlandês Fergal Smith, de 21 anos, surfava a três quilômetros da costa de Perth, na Austrália quando recebeu uma "visita" assustadora. Um tubarão branco estava a poucos metros do tubo que o surfista pegou. O momento foi registrado pelo fotógrafo Phil Gallagher. Smith apenas soube do risco que corria quando viu a foto. "

5 de out de 2008

RS

Iniciei meu surf no Rio e meu auge foi em Florianópolis. Na época que eu competia, vim para o Rio Grande do Sul num campeonato de surf na praia de Atlântida e me dei mal no surf... O mar estava horrível. Batido, ondas fechando, ventão maral, merreca. Um lixo. Fiquei com uma impressão ruim das ondas do RS. Mas agora, depois de algumas décadas, resolvi tentar esse surf de novo. E para minha surpresa já peguei altas ondas em Tramandaí. Ondas perfeitas, tubos, terralzinho. Inacreditável. Com um vento norte ou oeste, correnteza fraca, é possível um surf bacana nestas praias. Olha esta foto. Cidreira.

Virando na parede

Nessa foto, tirada lá pelos fins dos ano 70, início dos anos 80, eu treinava minha base na rampa de skate do clube 12 de agosto em Florianópolis. Se fosse uma onda, isso aí seria um lay back? Bons tempos...

4 de out de 2008

SL8TER! Ou seria SL9TER?

Kelly Slater, 9 vezes campeão mundial de surf ASP!

Sunset Beach - Hawaii

Sunset Beach pelos olhos do nosso famoso Phil Roberts. Sunset tem uma onda clássica que aparece em filmes de surf desde muito tempo atrás. Uma direita perfeita que proporciona cut backs e snap backs violentos, seções de tubos. Tem uma vala que ajuda muito na entrada do mar. A crowd é um problema, como em qualquer lugar do mundo... Olha aí um pouco de Sunset.

3 de out de 2008

Surfista perfeita

Essa aí é a Sandra Alionço. Mais uma sereia destacada pelo site Waves do Terra. Sobre a Sandra não temos muito o que falar. A não ser que o shape da prancha que ela segura é A-LU-CI-NAN-TE. O resto... O que que eu estava falando?...

2 de out de 2008

Nuvens

Na ilustração ao lado, um resumo dos tipos de nuvens que pode-se encontrar no céu. Dificilmente será possível ver todos os tipo de nuvens ao mesmo tempo num mesmo dia. Algumas combinações porém, são possíveis. Quando uma frente fria se aproxima, geralmente a pressão atmosférica vai caindo. O tempo esquenta (pré frontal) entra um vento quente do quadrante norte e as primeiras nuvens altas, vindo de sul ou oeste começam a aparecer. Os populares "rabos de galo". Depois chegam as nuvens mais baixas, as vezes acompanhadas de chuva, e vira o tempo. O vento do quadrante sul/oeste entra de vez. Para os praticantes de vôo livre de asa delta, a observação de nuvens é uma constante. Para os surfistas e windsurfistas as nuvens servem para verificar direção de vento ou mudança de tempo. De qualquer forma um elemento da natureza que está presente e que é interessante ser entendido.

1 de out de 2008

Acorda!

Alguns praticantes de windsurf, asa delta e surf, hibernam durante o inverno. Os de windsurf, tem um pouco de razão. Não pelo frio, pois uma roupa de neoprene boa, segura a onda. Mas porque o vento dá uma merrecada animal no inverno. O pessoal da asa delta, também sofre com a merrecada no inverno. Dias curtos com pouca insolação. Pregos não são coisa rara. Quanto ao frio, uma solução simples = agasalho. Já a galera do surf que hiberna, não tem desculpas. Assim como os windsurfistas, uma "segunda pele" (ou segunda banha) mantem a carcaça aquecida possibilitando o banho. E mais. É no inverno que acontecem as maiores ondas. Antes e depois da ressaca. Portanto. HORA DE ACORDAR! Agora tem sol, vento e onda. Sem desculpas.